Grupo cria abaixo-assinado para que marcas parem de usar o termo “anti-idade”

Share on FacebookPin on PinterestShare on LinkedInShare on Google+Tweet about this on Twitter

Após a revista “Allure” anunciar que não irá mais usar o termo, um grupo pede que a L’Oréal e a Estée Lauder também parem de usá-lo em seus produtos

Helen Mirren na campanha na campanha da linha Age Perfect, da L’Oréal, para peles maduras (Foto: Divulgação)

A revsista “Allure” anunciou na edição de setembro que não irá mais usar o termo “anti-idade” em suas matérias. “Essa questão é tão esperada, a celebração totalmente necessária de crescer em sua própria pele – com rugas e tudo. Ninguém está sugerindo o abandono do retinol. Mas para mudar a forma como pensamos em envelhecimento temos que mudar a forma que falamos sobre envelhecimento”, escreveu Michelle Lee, editora-chefe da publicação. “Decidimos parar de usar o termo ‘anti-idade’.” Ela explicou que a expressão reforça sutilmente a mensagem de que idade é uma condição que devemos lutar contra.

Depois deste anúncio, um grupo criou um abaixo assinado no site Care2, pedindo que marcas como a L’Oreal e a Estée Lauder também parem de usar o termo. A petição é endereçada que a Matthew DiGirolamo, chefe de comunicação da L’Oréal, e Alexandra C. Trower, vice-presidente global de comunicações da Estée Lauder.

“Envelhever é perfeitamente ok! É bonito estar aqui na terra, e a cada dia que passa ganhamos beleza, experiência, sabedoria e apreciação pela vida. Por isso que devemos começar a celebrar, e não brigar, com a idade”, diz o texto do abaixo-assinado, que já passa das 12 mil assinaturas e tem o objetivo de chegar a 13 mil.

FONTE ORIGINAL DA MATÉRIA:
Marie Claire

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *